quarta-feira, 4 de maio de 2011

Vacinação na Mulher

Hoje recebi um e-mail da clinica de vacinação Vaccini com uma frase linda em homenagem às mães. Dizia: "Mãe é igual a vacina, nos protege e faz bem". Então inverti a frase e fiquei me perguntando porque será que as pessoas só se preocupam em tomar vacinas quando crianças ou quando estão grávidas? Vacina é igual a mãe, nos protege e faz bem! Sempre que inicio um pré-natal eu pergunto quando foi a última vez que a gestante tomou vacina anti-tetânica, por exemplo. A maioria das respostas é "não sei" ou "eu sempre tomo as vacinas do pré-natal". Mas não tem "vacinas do pré-natal", tem vacinas da infância e do adulto. A vacina contra o tétano, por exemplo deve ser tomada a cada 10 anos por qualquer pessoa e todo posto de saúde oferece gratuitamente, fora de campanha. Se a mulher engravidar e a última dose foi há mais de 5 anos e há menos de 10 ela deve fazer um reforço na gestação. Outras duas vacinas importantes para as gestantes são as contra Hepatite B (quando o exame de sangue mostra que ela ainda não foi imunizada) e a da gripe. Aliás, você, mulher gestante antenada, já tomou sua vacina contra gripe este mês?

Em 2010, a FEBRASGO (Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia) junto com a SBIm (Associação Brasileira de Imunizações) lançou o Consenso de Vacinação da Mulher com as recomendações para vacinação na gestante, na não gestante e para a puérpera (período pós-parto, amamentando ou não). A vacinação da mulher é muito importante porque permite proteção ampliada, pois a mãe vacinada também protege o feto mesmo após o seu nascimento.

Basicamente, as gestantes devem se vacinar contra tétano (dependendo de quantos anos faz a última dose), hepatite B (quando ainda não foi imunizada) e contra gripe. As mulheres não gestantes podem tomar todas as vacinas e as que estão amamentando só não devem tomar a vacina contra febre amarela.

ATENÇÃO!!! Detalhes que você pode não ter se ligado:
Existe vacina contra HPV
Se você nunca teve catapora (varicela) vale à pena se vacinar para evitar o risco de contrair a doença durante a gestação ou período de amamentação
Se a sua vacina anti-tetânica não estiver em dia você pode contrair tétano em um acidente com material contaminado (até acidente de carro, um corte com um pedaço de ferro...)
Hepatite B é transmitida por sangue contaminado, como na relação sexual e é cem vezes mais contagiosa que o HIV
É muito fácil contrair o vírus da Hepatite A, doença que pode ser fulminante e extremamente grave na gestação
O número de casos de coqueluche vem crescendo entre adolescentes e adultos
Se você está em tratamento de fertilização, recomenda-se as seguintes vacinas: Hepatite A e B, HPV, Meningite, Influenza, Sarampo, Caxumba, Rubéola, Difteria, Tétano, Coqueluche, Varicela, Febre Amarela (em situações epidemiológicas que a indicam).


Então você já sabe, na próxima consulta com seu médico (clínico ou ginecologista) leve (se possível) sua caderneta de vacinação e não se esqueça de perguntar a ele se você está em dia!

A seguir você pode consultar calendário de vacinação da mulher:

3 comentários:

Rafaela disse...

Tomei hoje dia 29/01/15 vacina contra tétano e hepatite B as primeiras doses , poso engravidar logo ou preciso esperar algum tempo para engravidar?

fernanda santos disse...

não só pode engravidar logo como esta vacina é indicada na gravidez! acabei de fazer um post sobre vacinas na gestação, em sua homenagem. dá uma espiadinha lá! um beijo!

fernanda santos disse...

digo, fiz um post atualizado, sobre vacinas na gestação.