terça-feira, 5 de julho de 2011

Planeje sua gestação! (gestação de 12 meses)

O ginecologista tem alguns sonhos como esperar que as mulheres estejam sempre em dia com seu exame preventivo, com a mamografia (em idade pertinente), que a paciente saiba a data da última menstruação quando vai à consulta, que ela siga as orientações dadas por ele e não pelo jornaleiro, que não use protetor diário de calcinha, que se previna de DSTs e, além de alguns outros sonhos, que planeje sua gestação.

Planejar a gravidez é importante para realizar o rastreio de fatores de risco à gestação, identificar e tratar problemas preexistentes e se preparar com vacinas, nutrição, exercícios e suplementos vitamínicos.

Na consulta...
É importante saber sobre os hábitos de vida do casal, profissão (a fim de identificar atividade de risco), dieta, uso de medicamentos, uso de drogas ilícitas, história de doenças genéticas na família, tabagismo, pesquisa de doenças infecciosas como a infecção pelo HIV, Clamídia, Sífilis, Rubéola, Hepatite B e C.

Se prepare para engravidar! 
Quanto à nutrição, é recomendado dieta e exercícios para perda de peso se a paciente tiver um IMC acima de 26 Kg/m². Por outro lado, pacientes com IMC abaixo de 19 Kg/m² devem tratar distúrbios alimentares. A obesidade pode causar infertilidade, abortamento, hipertensão, pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, doença tromboembólica, hemorragia pós parto e dificuldades no parto. Mulheres com baixo peso estão expostas à osteoporose, infertilidade, alterações cardíacas, parto prematuro e fetos com baixo peso ao nascer. OBS: calcule seu IMC: divida o seu peso pela sua altura ao quadrado ou utilize uma das calculadoras do google.

Por que as pessoas só preocupam com vacinas quando crianças ou na gestação?
Ao investigar a história imunológica, se a mulher ainda não tiver recebido a vacina contra Rubéola e Varicela (catapora), deve se vacinar ainda antes de engravidar. Apesar da vacina contra hepatite B poder ser administrada na gestação, por que esperar engravidar para vacinar? O mesmo vale para a anti-tetânica. Para saber se você já é imunizada contra Rubéola, Hepatite B, Citomegalovírus e Toxoplasmose (infecções que podem trazer danos para o feto) basta fazer exame de sangue específico que já pode ser realizado antes mesmo de engravidar. (veja o post sobre vacinação na mulher)

Não pare de praticar exercícios! Está sedentária? estão vamos sacudir logo este esqueleto!
Quanto aos exercícios, só aconselho não praticar atividades de risco de trauma abdominal e alto impacto no período em que você está tentando engravidar.

Ácido fólico, um detalhe muito importante!
Suplementos vitamínicos. Muitas pacientes minhas já ouviram a frase: "olha, quando você quiser engravidar, pare o anticoncepcional e inicie o ácido fólico! Não deixe de vir à consulta!" Então, o ácido fólico é uma vitamina que evita defeitos do tubo neural no embriãozinho que está se formando num momento que, na maioria das vezes, você nem sabe que já está grávida. Por isso é importante iniciar logo que começa a tentar engravidar, e não essa história de iniciar 3 meses antes. Ele não faz efeito acumulativo. A recomendação de iniciar logo é para não perder a oportunidade de estar em uso quando nem se diagnosticou a gestação ainda.Tubo neural é uma estrutura que dará origem ao cérebro e medula espinhal. O defeito no seu fechamento, que deve ocorrer entre a terceira e quinta semana de gestação, podem levar à anencefalia (ausência de cérebro), meningocele e mielomeningocele (espinha bífida). Entendeu?

Cigarro? álcool? drogas?
Nem precisa falar que as mulheres que fumam, usam drogas ilícitas e álcool devem abandonar esta prática desde esse período até enquanto estiver amamentando, né? O tabagismo pode levar à infertilidade, descolamento prematuro de placenta (uma emergência obstétrica, muitas vezes fatal para o feto), placenta prévia, prematuridade, crescimento fetal restrito... O excesso de álcool pode causar restrição do crescimento fetal e anormalidades no sistema nervoso central. A cocaína está associada ao descolamento prematuro de placenta, morte neonatal, parto prematuro, baixo peso fetal, sangramentos, abortos, etc.

Algumas doenças crônicas
Mulheres com Diabetes, Lúpus, Hipertensão, com passado de trombofilias, passado de partos prematuros merecem especial atenção. Devem ser "preparadas" para a gestação e estar cientes dos riscos de acordo com cada caso. Não posso me esquecer de comentar que é importante estar em dia com o preventivo de colo de útero, pois nos casos com lesões pelo HPV, o ideal é tratar antes de engravidar. Alguns casos de Lúpus contra-indicam a gravidez.

Beleza, a casa está pronta para receber mais um membro da família? Então vamos povoar o mundo!

6 comentários:

Andréia disse...

Olá doutora, adorei seu blog.
Tenho uma dúvida, quanto tempo depois de tomar a última dose da vacina de Hepatite B posso engravidar? Posso começar a tentar depois de 24 dias?
Obrigada.

Fernanda Santos disse...

a qq momento, ate pq a vacina da hepatite pode ser usada em gestantes. bom, né

Anônimo disse...

Boa tarde...Dr.Fernanda,tenho 2 duvidas e se puder me ajudar agradeço muito! Estou tomando a vacina de hepatite A e B e tbm de HPV. A vacina de hepatite A e B,só falta mais uma dose,agora dia 17 de abril e a de HPV falta ainda duas doses,sendo assim vai demorar mais 5 meses pra eu acabar as vacinas de HPV. Posso engravidar tomando estas vacinas ou só devo parar de tomar pilula depois de terminar todas as vacinas e ainda esperar 3 meses? Fico aguardando! Obrigado... abc

Anônimo disse...

Dr. de Hepatite A e B e HPV tbm se enquadra a qualquer momento?

Michelle Sobral disse...

Bom dia!
Duvida semelhante as de cima...
Devo evitar a gravidez até finalizar todas as doses ou posso tentar mesmo não tendo finalizado?
Vacina hepatite A e B
Obrigada

Teka 2008 disse...

Doutora, estou com 38 anos completos e nunca tomei anticoncepcionais devido a isso, posso ter mais chances de engravidar mais rápido? E ou devido a minha idade isso pode demorar? Outra dúvida é sobre a última dose da hepatite B, já li comentários que para engravidar é preciso esperar 30 dias, 90 dias e até 12 meses. Existe um intervalo doutora?