sexta-feira, 8 de julho de 2011

Cistite não é sintoma. É um tipo de infecção urinária.

e lá vai.... um post sobre infecção urinária!

Para vocês que vivem reclamando que homem é que se dá bem, mulher sofre, tudo é pior com a gente, a gente tem tudo, etc. A gente menstrua, tem que fazer depilação, se embelezar, ficar magra, fazer preventivo, sofre com inflamação vaginal, com as alterações do corpo na gravidez, com a menopausa, com celulite... nós já deveríamos estar acostumadas e aceitar isso, afinal, mesmo que isso cause indignação, nada vai mudar. Atendi a pedidos e escrevo sobre Infecção do trato Urinário (ITU). Você deve ter dado aquele sorriso sarcástico e vingativo (ahhh isso o homem também tem!), mas tenho que dizer que essa felicidade durou pouco, pois ITU é muuuiitooo mais prevalente nas mulheres que nos homens. 

Cerca de 30% das mulheres têm infecção urinária pelo menos uma vez na vida. A Infecção urinária pode ser uma cistite, quando está localizada na bexiga, ou pielonefrite, quando a infecção alcançou os rins e uretrite, na uretra, mais relacionada às DSTs. A infecção do trato urinário (ITU) é muito mais comum na mulher que no homem. Mulher com ITU é comum, mas homem com ITU deve investigar o que há de errado (nos jovens é pode ser por DST, por exemplo, já nos idosos, por problemas na próstata). A anatomia da mulher favorece ITU. Temos a uretra curta (canal que leva a urina da bexiga até o meio externo) e ela termina na região perineal que tem mais 2 vizinhos: a entrada da vagina e o ânus. Esses dois possuem bactérias. Facilmente bactérias do ânus vão para a vagina e as do ânus e vagina vão para uretra e chegam na bexiga causando ITU. Já o homem não tem vagina e a uretra é longa, o que não facilita a ITU. Então a primeira culpa desta infecção, na mulher, é da anatomia. Na gestação a chance de ter ITU aumenta, pois além do que eu falei, nessa fase a imunidade (defesa do nosso organismo) está mais baixa (facilitando infecções) e a anatomia interna está alterada. O útero crescido altera a anatomia original da bexiga, dos rins e dos ureteres (canais que levam urina dos rins até à bexiga).

Compare a anatomia da mulher e do homem:


uretra longa

uretra curta

Outras causas como cálculos renais e problemas relacionados à alteração no funcionamento do trato urinário também são causas de ITU. Uso de sonda vesical (na bexiga), procedimentos cirúrgicos nesta região, também. Ah! existe a infecção da lua de mel, ou seja relacionada à vida sexual. É que o atrito do pênis no períneo com bactérias pode ajudar a levar esses microorganismos para dentro da bexiga. Além disso, a prática do sexo anal deve sempre finalizar a relação para não contaminar a vagina e uretra. 

A Cistite pode surgir com muitos ou poucos sintomas. São eles: ardência ao urinar (disúria); vontade de urinar o tempo todo , mas em pouca quantidade (polaciúria); vontade de urinar, mas quando a urina vai sair, não sai (estrangúria); dor ao urinar; dificuldade de segurar a urina, sangramento na urina (hematúria), urgência para urinar. Ao contrário do que se pensa, odor na urina e cor mais forte, na maioria das vezes, quer dizer que ela está mais concentrada, e não que há ITU. Gestante com cólicas que não melhoram com medicamentos podem estar com ITU, mesmo sem ter nenhum dos sintomas citados. 
Quando a infecção é mais grave e chega aos rins desenvolve a Pielonefrite, com sintomas mais intensos como febre, queda do estado geral, vômitos, dor lombar. Em algumas pessoas este quadro justifica a internação, como nas gestantes, por exemplo.

O diagnóstico se dá pelo exame de urina. Na emergência é feito o EAS. Para descobrir qual é a bactéria que está provocando a infecção fazemos a cultura de urina, em nível ambulatorial, que leva alguns dias para dar resultado. Algumas vezes prescrevemos medicamentos empiricamente, ou seja, baseado no relato dos sintomas, sem exame comprovando. Mesmo quando o exame simples de urina está normal, mas a pessoa tem os sintomas nós iniciamos o tratamento. Portanto, é aceitável o tratamento sem exame de urgência. Porém, nos casos de cistite de repetição é necessário realizar a cultura para saber se houve infecção pela mesma bactéria ou por outra. 
As bactérias mais comuns são: Escherichia coli., Proteus spp, Streptococcus ssp, Klebsiella spp, Staphylococcus spp (que está presente na nossa pele).
É aceitável que a mulher tenha três infecções por ano. Acima disso ela pode ter cistite de repetição. Há mulheres com predisposição para isso, mas outras mulheres nunca tiveram nenhum episódio. Cistite de repetição deve ser investigada. 

O tratamento deve ser feito com antibióticos, mesmo na gestação. A infecção urinária é uma grande causa de parto prematuro, ameaça de aborto, sepse (infecção generalizada) e óbito fetal, na gestação. É por isso que toda gestante faz exame de urina (o EAS, simples e a urinocultura) mais de uma vez no pré-Natal, mesmo sem estar sentindo nada. E tem que tratar, sempre!!! e Nunca fazer automedicação, pois resistência bacteriana é uma coisa que existe mesmo! Uma coisa que é legal e é recomendado, é o uso de anti-inflamatório junto com o antibiótico. Eles ajudam o antibiótico aliviando os sintomas .

Como evitar? mantendo a imunidade boa, evitando prender a urina, bebendo água suficiente (8 copos por dia), evitando a contaminação pelas bactérias (principalmente do ânus) se lavando ao urinar ou evacuar (só papel higiênico não é suficiente!) e usando lencinho umedecido íntimo como auxílio na higiene perineal, urinando ao término das relações sexuais. Mulheres no período pós-menopausa  devem usar cremes vaginais à base de estrogênio para manter a mucosa vaginal íntegra e evitar infecções, além de tratar a incontinência urinária (caso exista) porque este problema também facilita o surgimento de ITU.

Espero ter esclarecido as dúvidas sobre ITU. Mas sintam-se à vontade para perguntas! 

3 comentários:

Evelin M disse...

Adorei o post! Eu tenho 17 anos r desde que iniciei minha vida sexual aos 15 eu sofro de cistite de repetição e é repetição mesmo de 2 em 2 meses eu tenho ou até 2 vezes no mesmo mês não aguento mais pois o médico onde vou não acha a causa, oq pode vir a ser ou oq eu posso fazer para parar isso ? Obg desde já

Evelin M disse...

Adorei o post! Eu tenho 17 anos r desde que iniciei minha vida sexual aos 15 eu sofro de cistite de repetição e é repetição mesmo de 2 em 2 meses eu tenho ou até 2 vezes no mesmo mês não aguento mais pois o médico onde vou não acha a causa, oq pode vir a ser ou oq eu posso fazer para parar isso ? Obg desde já

Evelin M disse...

Adorei o post! Eu tenho 17 anos r desde que iniciei minha vida sexual aos 15 eu sofro de cistite de repetição e é repetição mesmo de 2 em 2 meses eu tenho ou até 2 vezes no mesmo mês não aguento mais pois o médico onde vou não acha a causa, oq pode vir a ser ou oq eu posso fazer para parar isso ? Obg desde já