quarta-feira, 1 de junho de 2011

Atendendo a pedidos.. post SOS

O post dos tipos de parto deu o que falar, conforme prometido, segue uma lista de indicações e complicações da cesariana: (acho que lembrei de todos)


Indicações: 

Multiplas cesarianas anteriores (pelo risco de ruptura uterina)
Desproporção cefalo-pélvica (o feto não consegue passar pelo canal do parto)
Discinesias (descontrole de contrações uterinas não corrigidas)
Distócias (obstáculos no trajeto do parto, como alterações do  colo, útero, bacia) 
Apresentações anômalas (bebê atravessado, mão ou pé no canal vaginal, de face, por exemplo) 
placenta previa
Placenta prévia (a placenta se encontra à frente do feto, ela não pode "nascer" antes do bebê)
Placenta acreta/percreta: (parte da placenta penetra pelo útero, podendo atravessá-lo)
Descolamento prematuro de placenta (é urgência com risco de óbito fetal e perda do útero)
Toxemia gravídica (como a hipertensão da gestação, se descompensada: pré-eclâmpsia, síndrome HELP)
Pós-maturidade (já ultrapassou a data provável do parto e o colo não é favorável à indução do parto)
Diabetes com feto macrossômico ou descompensado (Diabetes pode formar fetos grandes)
Sofrimento fetal (risco de óbito fetal durante o trabalho de parto)
Prolapso de cordão umbilical (o cordão sai na frente do feto, no parto vaginal é risco de óbito fetal)
Herpes genital ativo (contaminação do feto)
prolapso de cordão
Feto com hidrocefalia (porque aumenta o perímetro cefálico)
Gemelar: se o primeiro feto estiver de nádegas ou qualquer um estiver atravessado
Doença Hemolítica Perinatal (doença da incompatibilidade sanguínea entre mãe e feto)
Cirurgia previa de retirada de miomas 
Condilomas (verrugas venéreas por HPV) que obstruam o canal do parto
Insuficiência placentária




Complicações:


Hemorragia
Hematomas
Infecções
Abscessos de parede abdominal
Deiscência de cicatriz cutânea
Acidentes anestésicos
Extração fetal difícil
Aderências
Lesão de órgãos na pelve (como bexiga, intestino)



Todo procedimento cirúrgico pode ter complicações, do mais simples ao mais complexo. Tanto a cesariana quanto o parto normal podem ter complicações. Trabalhos científicos mostram que o parto normal tem menos complicações que a cesariana. Complicações são pouco comuns e depende de múltiplos fatores, incluindo as condições em que o procedimento (parto normal ou cesárea) está sendo realizado (equipe profissional, estado de saúde da gestante e do feto e o respeito à saúde)

Agora um videozinho fofo de um site que eu adoro, pra relaxar...



inté!







2 comentários:

CAMILA disse...

POXA NEM RESPONDERAM AS MINHAS DÚVIDAS.

Fernanda Santos disse...

Camila, to aqui hj só me desculpando com todo mundo... eu me esforço, mas às vezes não dou conta de manter o blog atualizado.. desculpa!!! to respondendo hoje... me perdoa!