terça-feira, 21 de junho de 2011

Nova técnica de endoscopia ginecológica



Um procedimento novo e ainda muito pouco utilizado aqui no Brasil é a Hidrolaparoscopia Transvaginal. Meu interesse por esta técnica aumentou devido às constantes queixas das pacientes em relação à Histerossalpingografia (exame realizado, entre outras indicações, para investigar a permeabilidade das trompas nos casos de infertilidade). É um exame muito solicitado, mas cheio de reclamações por conta do desconforto provocado e pela dificuldade de se encontrar laboratórios que o realizam (pelo menos aqui no Rio).

aparelho utilizado na HSG
útero e trompas visualizadas pela HSG












A Hidrolaparoscopia transvaginal é um procedimento que tem como objetivo principal visualizar os órgãos pélvicos, saber se as trompas estão permeáveis ou obstruídas e permitir a realização de um procedimento chamado salpingoscopia. Tudo isso está envolvido com a capacidade reprodutiva da mulher. Também é possível estudar parte do contorno do útero, o peritônio (tecido que reveste o interior da cavidade pélvica) e os ovários e, assim, diagnosticar a presença de cistos, aderências pélvicas e implantes de endometriose na cavidade pélvica.

Este procedimento pode substituir a Histerossalpingografia, quando este está indicado na investigação de infertilidade para verificar a permeabilidade das trompas e é capaz de avaliar com maior precisão sua anatomia e a de órgãos vizinhos. É realizado com anestesia local ou sedação, portanto, indolor e não necessita de radiação.

Um instrumento semelhante a um telescópio, comprido e fino (3 mm) contendo uma micro câmera, fonte de luz potente e acesso para a entrada e saída de solução que distende a cavidade pélvica é introduzido pela vagina e através dele é possível visualizar o interior da pelve. Para estudar a permeabilidade tubárea injetamos um líquido azul dentro do útero e assistimos sua passagem pela trompa até chegar à cavidade pélvica.
Fímbrias (porção final da trompa) vista pela
Hidrolaparoscopia transvaginal
Passagem do azul de metileno
comprovando permeabilidade tubárea
na Hidrolaparoscopia

Para selecionar a paciente que será submetida à hidro transvaginal eu devo ter em mãos uma ultrassonografia da pelve e realizo o toque vaginal para afastar suspeita de aderências ou nódulos de endometriose no local a ser estudado, um limite à técnica. Até o momento estou bem satisfeita com o procedimento que é simples, seguro e preciso. Como a histeroscopia também é um exame essencial na pesquisa de infertilidade, posso realizar os dois procedimentos num mesmo momento otimizando o tempo na avaliação. 

Ovário prestes a ovular, visão da
Hidrolaparoscopia transvaginal
 PS: Fotos de arquivo pessoal. Peço desculpas pelo corte das imagens pelo scanner! 

7 comentários:

GISELDA disse...

EU FUI FAZER O EXAME COM O APARELHO UTILIZADO E´UMA DOR TERRIVEL POIS QUANDO ESTA NO MEIO DO CAMINHO DE CASA NAO AGUENTAVA DE TANTA DOR PARECIA QUE EU TIVESSE ABORTANDO QUASE MORE ATÉ CHEGAR NA MINHA CIDADE A DOR ERA TREMENDA PORQUE ISSO ???

Fernanda Santos disse...

Giselda, você deve estar falando da HSG, certo? Bem, a dor é pq entra um líquido pelo seu utero que deve passar pelas trompas e cair na cavidade abdominal. Isso dá dor! o exame dói sim, é pior dependendo do limiar de dor de cada pessoa. mas que dói, dói!

Aline disse...

Eu tb fiz o exame o desconforto ´e imenso, a dor tb apos ejetar o liquido.

elisa disse...

Fiz o exame ontem (07/11) e realmente dói qdo pinça o útero e aumenta qdo o contraste é injetado, mas depois ela foi diminuindo e fiz o exame com uma certa "tranquilidade", se é q posso dizer assim. Qdo tudo acabou fiquei bem, hj só sinto umas fisgadinhas de leve num pto específico mas estou bem.

Anônimo disse...

eu fiz hoje meu deus que dor era aquela n consigo explicar quando terminei o exame parecia que meu ultero ia cair cada vez que andava parecia que ia ter um treco e nem consigo sentar ta doendo mais eu vo ande for preciso p ter meu bebe mesmo que a dor seja insuportavel quando fazia o exame so pensava no meu bebe

Anônimo disse...

eu fiz hoje meu deus que dor era aquela n consigo explicar quando terminei o exame parecia que meu ultero ia cair cada vez que andava parecia que ia ter um treco e nem consigo sentar ta doendo mais eu vo ande for preciso p ter meu bebe mesmo que a dor seja insuportavel quando fazia o exame so pensava no meu bebe

Anônimo disse...

Para fazer o exame pode ter relação sexual antes ?