quinta-feira, 7 de agosto de 2014

A Hora Certa Para Engravidar

Quando uma paciente me pergunta com até que idade ela pode engravidar sem riscos eu respiro fundo. Êta perguntinha difícil essa, heim?

Difícil porque posso responder me baseando na teoria ou na prática. Mas acho que o ideal mesmo é misturar os dois e deixar a paciente decidir. Como assim?
A nossa bisavó começou a ter filhos aos 18 anos, em média e tinham vários filhos, não é verdade? Pois do ponto de vista biológico, 18-20 anos é uma idade ótima para se ter um bebê. Mas do ponto de vista social, não. Queremos (ou precisamos) estudar, nos formar, trabalhar, nos estabilizar e aí sim, planejar ter um bebê. O problema é que esse momento está acontecendo cada vez mais tarde. E aquela mesma bisavó já sabia que quanto mais idade, menos fertilidade.
A vida moderna está tão prática, temos computadores mega potentes, celulares que fazem tudo por nós (até ligações para outras pessoas, rss), TVs que gravam programas para assistirmos depois (adeus videocassete), temos aspirador de pó robô! você programa e o bicho vai limpar a sua casa enquanto você passeia! A gente pode programar tudo na vida moderna. E fica aquela sensação de que tudo se resolve, tudo é simples, tudo tem que dar certo, tudo tem que acontecer como nós programamos. Nos tornamos um pouco intolerantes  com as derrotas, um pouco impacientes com os atrasos... como se a vida fosse um filme ou uma novela, que evolui do jeito que o autor desejar. Masa vida é diferente.

 A teoria: engravidar com mais de 35 anos aumenta a chance de gerarmos bebês com cromossomopatias (síndromes), podemos ter dificuldade para engravidar e até nem conseguir engravidar.  Mas... a medicina está aí pra isso!  Ahá! Aí está o problema de interpretação das pessoas. Por que? Porque a medicina não vai fazer seus óvulos permanecerem jovens. Eles ganham idade como nós. Também não vai impedir que tenhamos bebês com síndromes, não vai garantir a sua fertilidade espontânea. Sabem qual o papel da medicina nestes casos? detectar as síndromes precocemente através de exames avançados no pré-natal, oferecer pesquisa genética pré-gestacional para avaliar chance de gerar um bebê sindrômico, fornecer medicamentos para melhorar a qualidade de vida da mulher que adquiriu alguma doença com o passar da idade, com o intuito de tentar fazer com que esse problema de saúde não atrapalhe a gestação e, por fim, oferecer técnicas de reprodução assistida. Quem garante que dali a 3-4 anos ou mais aquela mulher continuará saudável e fértil? Não é ser pessimista. Mas aqui estou lidando com fatos reais. Relógio biológico é real.

creditos: hyscience.com

Quando alguém me diz que quer engravidar somente com 38 anos, por exemplo, eu faço uma pergunta: Se aos 38 anos você estiver infértil, aceitará engravidar por métodos artificiais? ou se você não tiver mais óvulos saudáveis você aceitará engravidar por métodos artificiais que utilizam óvulo de outra mulher (uma doadora)? Se a resposta for "não" para qualquer uma destas perguntas, não espere tanto tempo para engravidar.

A prática: exatamente devido às exigências da vida moderna, as mulheres já chegam ao consultório com 39-42 anos querendo ter seu primeiro bebê. Nestes casos não adiantaria mais você discursar sobre os riscos de se esperar tanto. Já aconteceu. A vida passou. Ela estava ocupada este tempo todo. Ela não tinha condições financeiras, ela não tinha um relacionamento estável até então, e ela deseja ter um filho. Ok. Não a desanimo, jamais! Vamos fazer exames para verificar a saúde, a reserva ovariana e engravidar. Mas aquele prazo de 1 ano que damos para um casal jovem saudável tentar engravidar espontaneamente antes de desconfiarmos que algo possa estar errado, em idade avançada cai para 6 meses. Isso porque a taxa de fertilidade desaba progressivamente com o passar dos anos e até para engravidar por fertilização artificial, pode ser difícil, afinal, sabemos que fazer fertilização in vitro não garante gravidez. Quem não conhece casais que fizeram repetidas vezes?

Ainda bem que grande parte das mulheres que engravida mais tarde tem uma boa gestação. Vocês mesmas devem conhecer vários casos. Mas será que se lembram dos casos de insucesso pela idade? Será que a notícia daquelas que não conseguiram engravidar ou tiveram problemas na gestação devido à idade, chegou até vocês? Pois chega a mim como ginecologista que acompanha de perto estes casos.

Pra finalizar, vou lhes contar dois segredinhos. A grande maioria das minhas amigas só começou a ter filhos depois de 36 anos. Alguns destes bebês nasceram prematuramente porque entraram em trabalho de parto precocemente ou porque a bolsa d`água se rompeu, ou o bebe parou de crescer. Porém, todas tiveram um desfecho favorável.

O segundo segredo: eu tenho 37 anos e ainda nem tentei engravidar, mas isso vai dar um outro post.Vou explicar tudinho pra vocês, para que percebam como o assunto é complexo. O porque é difícil responder pra vocês qual a melhor idade para engravidar... Na teoria, abaixo dos 35 anos. Na prática: assim que der.

24 comentários:

Marcia Anholeti disse...

Adorei o post! Vou seguir muitoooo seu blog!
Eu estou na fila para engravidar do meu primeiro e já estou com 37!
Sem dúvida um bom acompanhamento médico é fundamental! Pena que moro longe porque certamente você seria minha médica!

fernanda santos disse...

Obrigada, Marcia! Seja bem vinda ao blog! Tem muito assunto pra ler... espero sempre atender às suas expectativas. Um beijo!

Anônimo disse...

Oi Fernanda! Adorei todos os seus posts! Me esclareceu muitas coisas... mas ainda tenho umas duvidas. Vamos la...
Estou tentando engravidar a pouco menos de 1 ano e até o momento nada! Fiz consultas com algumas medicas e enfim encontrei uma que me identifiquei e senti seguranca. Desde qdo parei a pilila fiquei alguns meses sem menstruar e qdo vinha, vinha mto pouco, qse nada de sangue e uma borra de cafe. Iniciei o tratamento com glifage + tenag qse 3 meses atras, apos ter ficado qse 4 meses sem menstruar. Nos 2 ultimos meses menstruei, ainda pouco, mas veio. A minha medica pediu que eu fizesse uma transvaginal e fiz a uma semana. Ontem qdo levei o resultado para ela, foi detectado que estou ovulando novamente :) , mas um dos ovarios tinha um ovulo hemorragico (?) E foi encontrado um polipo (?) No utero, sem contar que tenho utero invertido ( putz.. mais alguma coisa ? ) ela me disse tb que a entrada do meu colo esta entre aberta e que podia ser por um periodo fertil ou ate mesmo pelo polipo.menstruei no dia 15/8. ela me indicou uma videohisteroscopia ( ja li seu post ), fiz varias perguntas, mas estou muito apreensiva.
Isso pode ser feita no consultorio e sem anestesia? Qual o preparo? Quais os cuidados pos video? Realmente e possivel eu engravidar apos esse procedimento?
Seegundo minha medica sim e vida normal, mas estou muito assustada!
Nao consigo entender tudo isso e os motivos.

Bjs e obrigada

fernanda santos disse...

Olá! É possível engravidar SIM após a histeroscoia. Inclusive, no seu caso, ela vai servir para diagnosticar qualquer patologia intra-uterinae indicar o seu tratameto cirurgico, também por histeroscopia. Qualquer patologia intra uterina pode provocar infertilidade, então, tirando a patologia deixa o útero limpo para você engravidar. Quanto ao útero INVERTIDO, leia o post sobre o assunto. Você verá que não interfere em nada na gestação. Quanto ao exame, ele pode ser feito em consultório sem anestesia. É assim que a grande maioria das pessoas faz. A melhor época pra fazer é após a menstruação. Tomar um analgésico quando chegar na clínica, enquanto aguarda o exame. Não há necessidade de repouso após. Algumas pessoas sentem um pouco de cólica. Se depois do exame você não estiver nem com cólica nem com sangramento pode fazer o que quiser. Alguma pessoas, na p´s menopausa, por exemplo, necessitam prepara o colo com medicação vaginal durante dias antes do exame. A maioria das mulheres não precisa fazer isso. É um exame rápido. Tem gente que não sente nada. Tem gente que sente uma cólica chata na hora que o aparelho passa do colo para dentro da cavidade endometrial, passageira e suportável. Tem gente que sente dor ao ponto de interromper o exame e programar sua realização no hospital com anestesia. Isso acontece principalmente quando a pessoa tem um problema chamado estenose de orifício interno, só diagnosticado durante esse exame. E quanto mais nervosa, mais a pessoa sente dor. Não se influencie quando ouvir de alguém que dói muito. Isso depende de fatores particulares de cada um. bjs!

Julianny disse...

Dra. Fernanda, onde fica o seu consultório???
Estou encantada com o seu blog e a sua forma de nos tranquilizar!

Anônimo disse...

DRA, como faço para falar por email com vc ?
Obrigada ! bjo

fernanda santos disse...

olá! eu prefiro responder as perguntas por aqui.. não dou conta de responder todos os comentarios frequentemente, se ainda assim tiver os emails pra responder vou enlouquecer.. não fique chateada.. mas olha a hora que estou respondendo.. de madrugada.. amanhã trabalho cedo mais uma vez.. pode perguntar o que quiser. Adoro vir aqui e reponder cada pergunta, mesmo morta de cansada...É sempre um prazer responder! e sua identidade é secreta entrando como anônimo...

fernanda santos disse...

que bom!
fica no Rio de Janeiro, Ilha do Governador. (3393-0827 e 3393-0066)

Miranda disse...

Fernanda,
Eu tomei por muito tempo o femina , sou hipertensa, e agora meu médico resolveu mudar para a qlaira!!
Já coloque o mirena por 1 ano, não adaptei!!
Tive que tirar, muitas espinhas, inchaço e etc!!
Hoje com qlaira sinto que tenho tontura, algumas espinhas e não tenho libido o suficiente !!
O que fazer?
Tenho 37 anos, 2 filhas e não pretendo ter mais filhos!!

fernanda santos disse...

Miranda, não consigo lhe ajudar sem lhe consultar.. fale com seu gineco sobre estes efeitos. Ha quanto tempo vc esta com o qlaira? vc precisa mesmo do anticoncepcional para tratar outras coisas? pq se for so para evitar gravidez, vc pode optar pelo DIU de cobre, sem hormonios, ou pela laqueadura cirurgica ou não, por exemplo.

Zaminha Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zaminha Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zaminha Menezes disse...

Oiii adoreii seu blog tomava diane35 comecei ter dor nas pernas foi ginicolgista ele mim passou stezza só tomei dois comprimidos e tive relação ?corro risco de esta gravida ?mas ele não jogou _dentro

Anônimo disse...

Oi Boa noite Dra ,Sou Daniele ,tomo o tâmisa 20 já faz sete meses,e esse mês não quero menstruar o que fazer?recomeçar uma nova cartela?

Anônimo disse...

Olá dra, tenho 32 anos. A 2 anos atrás venho tentando engravidar e nada. Usei o diu por 7 anos. Já tenho um filho de 10 anos. Quais exames devo fazer pra saber a causa da minha infertilidade? Já fiz ultra som, tá tudo normal, mais soube que o ultra som não ajuda em nada. Obrigada dra. Parabéns pelo seu blog!

Fabiana Morgado disse...

Dra. Por favor me ajude.
Tomo Elani há três anos e ele foi ótimo para oleosidade da pele e cabelos. Mas de um ano e meio pra cá percebi que meu cabelo está muito fino e perdi mais da metade da quantidade que eu tinha. Mas não cai no banho nem no dia a dia. Apenas diminuiu a quantidade. Pode ser o Elani? Há outra pílula que ajude a recuperar?

Fabiana Morgado disse...

Dra. Por favor me ajude.
Tomo Elani há três anos e ele foi ótimo para oleosidade da pele e cabelos. Mas de um ano e meio pra cá percebi que meu cabelo está muito fino e perdi mais da metade da quantidade que eu tinha. Mas não cai no banho nem no dia a dia. Apenas diminuiu a quantidade. Pode ser o Elani? Há outra pílula que ajude a recuperar?

Fabiana Morgado disse...

Dra. Por favor me ajude.
Tomo Elani há três anos e ele foi ótimo para oleosidade da pele e cabelos. Mas de um ano e meio pra cá percebi que meu cabelo está muito fino e perdi mais da metade da quantidade que eu tinha. Mas não cai no banho nem no dia a dia. Apenas diminuiu a quantidade. Pode ser o Elani? Há outra pílula que ajude a recuperar?

Anônimo disse...

Boa noite, estou tomando a pilula stezza à 7 meses, posso fazer uma pausa de sete dias para poder vir a menstruação?

Sabryna Saccuman disse...

Olá Dra.
Estou tomando o Stezza a um mês, li um comentário a cima que alguns remédios psiquiátricos podem cortar o efeito do Stezza, tomo o citalopram ele pode ter esse efeito?

Anônimo disse...

Visualizar

Editar Anônimo disse...
Olá bom dia!!
Por favor peço que me ajude, tomo qlaira e por distração tomei o comprimido errado, ao invés de tomar o sétimo acabei tomando o décimo quarto, descobri ontem, hj teria q tomar o décimo quarto... Por favor, qual seria sua orientação? Devo dar continuidade e tomar o 15°? Posso engravidar devido a este erro?

Por favor me ajude!!!!

Adriana Alves disse...

Gostaria de saber se o anticoncepcional Stezza trata acne ,s não engorda?

Késia disse...

Olá! Faço uso do stezza há 4 meses e tenho percebido uma queda de cabelo fora do normal pra mim. Já usei muitos anticoncepcionais e nenhum causou esse efeito. 😖 Devo continuar ou suspendo o uso? Desde já obrigada!

Anônimo disse...

Olá tenho 19 anos sou casada meu marido tem 32 anos e a gente se ama muito nesse ano decidimos tomar a decisão de ter um bebé,agora pasa bascer em agosto de 2017, mas tenho um certo receio na hora de ganhar. E aí oq você me sugere pra ficar mais confiante. Desde já agradeço Obrigada