terça-feira, 2 de setembro de 2014

Contracepção na amamentação

Você está com um bebê novinho em casa, cheia de tarefas e fraldas pra trocar, mas não deve se esquecer de que daqui a pouco vai retomar sua vida sexual e terá que escolher um método contraceptivo, a menos que queira encomendar logo mais um herdeiro.

É verdade que quem amamenta tem uma proteção contra gravidez. Uma certa proteção, pois só é válida quando a mulher alimenta seu bebê exclusivamente com seu próprio leite, as mamadas são frequentes e ela ainda não menstruou.

É mentira que quem amamenta não pode usar anticoncepcional. A maioria dos anticoncepcionais hormonais é composta de estrogênio e progesterona. Teoricamente o estrogênio pode reduzir a produção do leite materno, por isso, enquanto a mulher estiver amamentando recomendamos o uso de métodos não hormonais ou anticoncepcionais compostos apenas com progesterona.

Os métodos contraceptivos temporários para quem amamenta são:


  • DIU (dispositivo intra uterino) medicamentoso ou o de cobre
    DIU de cobre 
  • Implante subdérmico 
  • Injeção só com progesterona
  • Pílulas só com progesterona
  • Camisinha
  • Diafragma
  • Espermicida
  • contracepção natural, sem usar nada, se garantindo na ausência de menstruação enquanto há aleitamento exclusivo.

Método contraceptivo definitivo:

  • Laqueadura (ou ligadura) tubárea que pode ser feita por laparotomia (barriga aberta), laparoscopia (por videolaparoscopia, aquela cirurgia onde se acessa o interior do abdome através de furinhos na barriga) ou pelo sistema ESSURE (stents intra tubáreos colocados por histeroscopia)
Essure








Já o Coito interrompido é desaconselhado em qualquer circunstância. A tabelinha é impossível de se fazer enquanto a mulher não retorna à menstruação. 

Só não evita quem não quiser. Estou à disposição para tirar as dúvidas sobre o assunto. 
Beijinhos!