terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Grávida no verão

Tirei essa foto em Itacaré- Bahia

Todo mundo sabe que passar o verão com barrigão não é mole. Imagine! um calorão, barrigão pesando muito,  edema, dor na coluna e nas pernas, cansaço, moleza, a vontade e o medo de ir pro sol... aproveitando o primeiro dia de sol do ano, resolvi dar algumas dicas...

Não é encheção de saco, mas a dieta é realmente importante. Se você evitar doces, gorduras, refrigerantes, massas, já faz uma boa diferença! Coma muitas frutas, saladas, carnes magras e fibras. Evite o sal, pois também aumenta o edema.

Para o edema, vale fazer drenagem linfática após o primeiro trimestre de gestação. Além de reduzir o inchaço, alivia as dores nas pernas e melhora a circulação. Faça até 3 x/semana, mas se você só tiver tempo de fazer 1x / semana, tá valendo. Outra coisa legal é a massagem relaxante que alivia as dores na coluna provocadas pelo aumento do volume uterino, desviando a coluna.

Vai pro sol? legal. é fonte de vitamina D, essencial para os ossos, mas atenção! Use MESMO protetor solar, viseira ou boné, beba água toda hora e se proteja sobre a barraca, pelo menos algumas vezes, além de escolher os horários cujo sol está mais fraquinho. Todo mundo tem que seguir estes cuidados, mas em especial as gestantes, pois o sol estimula a melanina que provoca manchas no rosto; além disso, a gestante não tolera o calor como as demais pessoas, a pressão pode cair, o coração fica mais acelerado, aumenta o edema, a pele desidrata com mais facilidade, o suor faz a pessoa perder cálcio, potássio e outros nutrientes.

Faça exercícios, pelo menos uma caminhada! Se você preferir, faça atividades dentro d`água.

Use calcinhas de algodão durante o dia, e à noite, durma sem ela. Pois o calor provoca o suor e favorece proliferação de fundos, logo, a gestante tende a ter mais candidíase nesta época.

Use o verão a seu favor e não deixe de se cuidar!

domingo, 1 de janeiro de 2012

Grávida sem varizes!



A gestação é uma fase da vida que envolve um monte de eventos fisiológicos (naturais) em nosso corpo. Há alterações na pele, nos cabelos, no sistema digestivo, cardíaco, respiratório, renal, neurológico, e, é claro, circulatório. Um dos nossos grandes medos é de desenvolver varizes durante a gestação. As varizes ocorrem quando há dilatação das veias do corpo humano. Nós podemos ter varizes em todas as partes do corpo, como as do esôfago, as pélvicas, as hemorroidárias, mas aqui vamos falar das varizes dos membros inferiores. Toda mulher tem mais chance de ter varizes devido ao estrogênio, hormônio feminino produzido pelos ovários. O uso da pílula anticoncepcional também pode aumentar a chance da mulher ter varizes. Outra coisa que pode provocar o surgimento destes vasos indesejados é o abuso nos saltos altos, o ganho de peso, permanecer muitas horas em pé ou sentada com pernas dobradas e a gestação, entre outras.

O que ocorre na gestação é que, conforme o útero vai crescendo,  o volume abdominal vai aumentando ao ponto de comprimir vasos abdominais responsáveis pelo retorno do sangue que vem das pernas  para o coração. Vai havendo uma estase deste sangue, assim, a circulação se torna mais lenta naquela região, força a musculatura dos vasos e danifica as válvulas. A veia fica dilatada e surge aquela aparência feia nas pernas. Graças à Deus que nem toda grávida tem varizes. A genética é importante para seu desenvolvimento, mas ninguém está livre delas completamente e podemos fazer algumas coisas para tentar evitá-las.

Usar meia elástica de média compressão. Não precisa ser daquelas que chegam à cintura. Todo mundo reclama do incômodo em calçá-la, do calor... porém, aquelas meias que comprimem apenas as pernas, deixando as coxas de fora são ótimas. A função destas meias é ajudar no retorno de sangue para o coração, e ela vai atuar na panturrilha (o coração da perna). Vale à pena usar, vocês não vão se arrepender. Existem várias marcas. Gosto muito da Venosan e Sigvaris. Quem usa a Kendall diz que é mais barata, mas dura menos.


há meias com dedos de fora, outras, completas



e estimula a circulação

a meia atua na panturrilha




Sentar-se de maneira correta. Nada de permanecer muito tempo com as pernas dobradas. Tente mantê-las esticadas um tempo ou faça exercícios com as pernas enquanto está sentada, esticando e flexionando as pernas 20 vezes.


detalhe nos pés, para que a perna não fique
completamente flexionada, coloque um apoio

Deitar com as pernas um pouco elevadas com o cuidado para não deixá-las dobradas. Você pode colocar alguma coisa embaixo do colchão, na altura das pernas, para que fique permanentemente um pouco elevado, ou colocar uma almofada ou como abaixo.

Perfeito. Não adianta elevar as pernas
e deixá-las flexionadas, pois os vasos
que passam atrás no joelho ficarão comprimidos

Atenção! que grávidas devem evitar uso de saltos altos, todo mundo sabe, mas também devem evitar os saltos anabela (aqueles com uma plataforminha na frente), pois é um sapato instável, aumenta o risco de varizes, mas também o de se cair ! Por isso, se você optar por um salto, que seja um salto médio ou baixo, ambos com base larga e com os dedos no chão, nada de plataformas! Eu não gosto de usar rasteirinhas por muito tempo. O sapato ideal deve ter um saltinho, mínimo que seja. E há tantos modelinhos lindos!
anabela, lindo! mas não pode





Exercícios físicos dentro d`água são muito indicados, mas o Pilates, Yoga, caminhadas, todos exercícios de baixo impacto, também são.

Quando já estiver com barrigão, dê preferência a deitar-se de lado esquerdo, pois à direita existe a veia cava inferior, veia de grande calibre responsável pelo retorno do sangue ao coração. Se o útero volumoso comprimir esta veia por muitas horas, pode haver edema, dormência e ajudar na formação de varizes. Quando você se deita virada para o lado esquerdo, esta veia fica livre, sem compressão.



Enfim, todas estas medidas servem também para quem já tem varizes. Muitas vezes é necessário uso de medicamentos específicos prescritos pelo obstetra. Apesar da nossa vaidade, a maior preocupação com as varizes é o risco aumentado de desenvolver Trombose (formação de um trombo - coágulo- dentro do vaso).


Se você não quer ter um mapa hidroviário nas suas pernas e quer cuidar da saúde, não ganhe peso em excesso na gravidez, faça exercícios, use meias elásticas, evite permanecer na mesma posição por muito tempo, em especial, evite ficar com as pernas flexionadas muito tempo, esqueça os saltos altos, não fume (isso nem precisava comentar), deite com as pernas um pouco elevadas, faça massagens no sentido dos pés para as coxas.